Centos 8 + AD-DC

Centos Logo

O que é o Samba?

O Samba 4.x compreende um servidor de diretório LDAP, um servidor de autenticação Heimdal Kerberos, um servidor DNS dinâmico e implementações de todas as chamadas de procedimento remoto necessários para o Active Directory.

Para quem vem do mundo Windows está acostumando com o conceito de Active Directory e com o Samba 4 isso é possível, gerenciar todos os logins e polices de estações windows a partir de um servidor central.

Para iniciar os trabalhos vamos adicionar o repositório EPEL no Centos:

yum -y install epel-release

E depois temos que ativar o repositório PowerTools

yum config-manager –set-enabled PowerTools

E rodamos a atualização do servidor

yum update -y

Depois disso é recomendado você reiniciar o servidor.

De volta ao sistema agora vamos instalar as dependências para podermos compilar o samba 4 com role AD-DC:

yum install docbook-style-xsl gcc gdb gnutls-devel gpgme-devel jansson-devel keyutils-libs-devel krb5-workstation libacl-devel libaio-devel libarchive-devel libattr-devel libblkid-devel libtasn1 libtasn1-tools libxml2-devel libxslt lmdb-devel openldap-devel pam-devel perl perl-ExtUtils-MakeMaker perl-Parse-Yapp popt-devel python3-cryptography python3-dns python3-gpg python36-devel readline-devel rpcgen systemd-devel tar zlib-devel cups-devel wget -y

Em seguida, vamos editar o arquivo hosts

vim /etc/hosts

192.168.2.7 srvdc01.home.local srvdc01

Obs.: Ajuste o IP e o nome conforme a sua configuração.

Depois a gente configura a resolução de nomes do servidor, vai ser importante mais pra frente:

vim /etc/resolv.conf

domain home.local
nameserver 192.168.2.22
search srvdc01.home.local

Após configurar e salvar o “/etc/resolv.conf” execute o comando “chattr +i” para garantir que o arquivo não seja modificado pelo sistema.

chattr +i /etc/resolv.conf

Até aqui apenas ajustamos o sistema para receber o samba, agora vamos baixar o samba e começar a trabalhar nele :D

wget https://ftp.samba.org/pub/samba/samba-latest.tar.gz

Descompactar os arquivos

tar -xzvf samba-latest.tar.gz

Entrar na pasta

cd samba-4.12.6

E rodar o “./configure”

./configure

Nesse ponto ele vai verificar se o sistema atende todos os requisitos para compilar o samba 4, caso tudo esteja certo ele vai apresentar a mensagem abaixo:

‘configure’ finished successfully (1m23.880s)

Agora é a vez do “Make”

make

E por último o “Install” pra colocar tudo no lugar correto dentro do sistema.

make install

Se tudo terminar bem o resultado será esse:

‘build’ finished successfully (20m34.783s)

Pra facilitar criamos um script que ajusta PATH para os comandos do samba:

vim /etc/profile.d/samba4.sh

if [ $(id -u) -eq 0 ]
then
PATH="/usr/local/samba/sbin:$PATH"
fi
PATH="/usr/local/samba/bin:$PATH"
export PATH

Damos permissão com:

chmod +x /etc/profile.d/samba4.sh

Agora vem a parte mais importante do processo: Provisionamento do Domínio

samba-tool domain provision –use-rfc2307 –interactive

Onde:

domain provision = para elevar o SAMBA a controlador de domínio;
–use-rfc2307 = ativa o Network Information Server (NIS);
–interactive = Modo interativo que permite realizar as configurações do domínio.

Ele vai solicitar algumas informações nesse ponto pois escolhemos a opção interativa no provisionamento, são elas:

Realm [HOME.LOCAL] : Se o “/etc/hosts” e o “/etc/resolv.conf” estiverem definidos basta pressionar ENTER, caso não estejam configurados digite o nome do domínio desejado.

Domain : [HOME] : “pressione enter”;

Server Role (dc, manber, standalone,) [dc] : Como utilizaremos nosso SAMBA como DC basta pressionar ENTER;

DNS backend (SAMBA_INTERNAL, BIND9, BIND9_DLZ) [SAMBA_INTERNAL] : O DNS que iremos escolher o SAMBA_INTERNAL que é o padrão da instalação, bastando pressionar “ENTER”;

DNS forwarder IP address (write ‘none’ to disable forwarding) [192.168.2.22] : Aqui onde definimos o servidor que vai fazer a resolução de nomes externos, pois os nomes de máquina internos vão ser resolvidos pelo SAMBA_INTERNAL

Administrator password : Definição da senha de administrador deve conter “letras, números e caracteres especiais” para que não aja erro no processo de provisionamento;

Retype password: Repita a senha digitada anteriormente.

Existem mais alguns passos para colocarmos nosso samba a funcionar a todo vapor :D

Copiar o krb5.conf para o local correto:

cp /usr/local/samba/private/krb5.conf /etc/

Criar alguns links para funcionando do winbind:

ln -s /usr/local/samba/lib/libnss_winbind.so.2 /lib/libnss_winbind.so

ln -s /lib/libnss_winbind.so /lib/libnss_winbind.so.2

ln -s /usr/local/samba/lib/libnss_winbind.so.2 /lib64/libnss_winbind.so

ln -s /lib/libnss_winbind.so /lib64/libnss_winbind.so.2

E ajustarmos o mecanismo de autenticação do Linux (CentOS) para usar as contas do samba também:

vim /etc/nsswitch.conf

Vai ficar assim:

passwd: files sss winbind

group: files sss winbind

Agora só precisamos fazer um script para manejar o samba através do SystemD

vim /lib/systemd/system/samba-dc.service

[Unit]
Description= Samba 4 Active Directory
After=syslog.target network.target remote-fs.target nss-lookup.target
[Service]
Type=forking
LimitNOFILE=16384
ExecStart=/usr/local/samba/sbin/samba -D
ExecReload=/usr/bin/kill -HUP $MAINPID
PIDFile=/usr/local/samba/var/run/samba.pid
[Install]
WantedBy=multi-user.target

Agora podemos habilitar ele na inicialização do sistema:

systemctl enable samba-dc

E por fim iniciar o serviço:

systemctl start samba-dc

Bônus:

Se você não quer desativar o Selinux e o Firewall segue os passos abaixo pra não ser atrapalhado pelos dois:

Firewall:

firewall-cmd –permanent –add-service=samba

firewall-cmd –reload

Selinux:

yum install policycoreutils-python-utils

setenforce 0

cd /tmp

grep denied /var/log/audit/audit.log > selinuxloginfails

audit2allow -M samba4 -i selinuxloginfails

semodule -i samba4.pp

setenforce 1

Era isso por enquanto pessoal, deixe nos comentários sugestões, correções ou opiniões sobre esse tutorial, quem sabe sai um vídeo mostrando como eu fiz ele aqui pra vocês :P


Para editar este post basta clicar aqui.
comments powered by Disqus